Sorriso pepsodent

O dentista a quem recorri quando tudo começou disse-me que se a infecção fosse no dente, anestesiava-se e tratava-se (ou arrancava-se). Como era na gengiva, nada mais havia a fazer senão esperar (e tomar antibióticos que depois me encheram a garganta de aftas, mas adiante...)

Ou seja. Meninos, meninas, criancinhas, jovens em crescimento, educadores e pais preocupados: esqueçam as escovagens de dentes, os suplementos de cálcio, flúor e afins, os elixires e o fio dentário. Mais vale uma boca cheia de cáries do que uma gengiva inflamada.
the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 09:41
link do post