...

tem sido recorrente: querer chorar, sentir as lágrimas a abeirarem-se das pálpebras, o nó a crescer na garganta, o peito prestes a desfazer-se em soluços... e reprimir tudo para mais tarde, para quando não estiverem pessoas à minha volta e já não for preciso pedir autorização para estar triste.

the x marks the day:
publicado por outrosdias às 11:04
link do post