Ora nem mais: a culpa é o fim do Verão

Ao arrumar uma coisa no espaço existente por baixo das bicicletas, dei uma carolada no pedal da do marido com tal convicção que, por momentos, julguei ter sido atingida por uma moca do tempo dos Flintstones. Recuámos a cambalear: eu agarrada à cabeça e o marido agarrado a mim. Quando percebi o que me tinha acontecido, desatei a rir.

the x marks the day:
publicado por outrosdias às 15:30
link do post