Afectos

Queixo-me demasiadas vezes das pessoas e do impacto negativo que algumas têm sobre mim, pela suas acções e palavras que me magoam inesperadamente e me fazem fechar abruptamente a torneira dos afectos. Mas, é preciso assinalá-lo, também tenho pessoas na minha vida que estão no pólo oposto e bem no centro do meu coração. Pessoas que, por mais pitosga, esquecida, despenteada, rezingona ao acordar, esgrouviada, com parafusos a menos, barulhenta e estridente a dar gargalhadas, física e mentalmente descoordenada, distraída, hipersensível para as coisas mais parvas, com ataques de mau humor, anti-social, inflexível, medrosa, cheia de manias, etc., etc., etc., que eu seja, se mantêm ao meu lado e me empurram para a frente nas horas boas e nas horas menos boas, dão abraços calorosos, piscadelas de olho cúmplices e sorrisos rasgados que dizem muito mais do que qualquer discurso ensaiado, email cheio de palavras compostas, sms fora de horas ou posts em blogs.

 

E eu, eu-pessoa-cheia-de-defeitos, sou uma sortuda porque tenho amigos mesmo, mesmo, mesmo bons.

the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 10:20
link do post