Florzinha de estufa

Durante o Inverno ou, melhor dizendo, durante o tempo frio, as minhas extremidades corporais vergam-se completamente à vontade do Sr. Raynaud (Sr. Ranhoso para os amigos). Isto é principalmente visível nas mãos, que atingem uma temperatura de tal forma baixa que as pontas dos dedos ficam roxas e eu tenho de as andar a esfregar constantemente, com medo que caiam.

Quando o tempo começa a aquecer, as mesmas mãos que não suportam o frio rebelam-se contra os dias de quase calor e explodem em centenas de pequeníssimas borbulhas que dão muita comichão e um ar levemente contagioso. A solução são generosas aplicações alternadas de um anti-alérgico malcheiroso e de um protector solar factor 50.

Hoje a temperatura desceu novamente e as minhas mãos estão, simultaneamente, borbulhentas, empastadas em cremes e com as pontas cianóticas.

Não há reacções estranhas que resistam às indecisões de S. Pedro.

the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 16:26
link do post