Frustração

Dar o melhor dos melhores num determinado trabalho - ou, pelo menos, o melhor que o cansaço permite -, achar que epa, isto até está muito giro!, e na recta final, quando se entrega a outrem para que faça o que tem a fazer, numa etapa necessária e já mesmo fora das nossas capacidades, esse outrem conseguir estragar completamente toda a arte criada.

 

Dá vontade de proferir grandes e feiosos impropérios.

the x marks the day:
publicado por outrosdias às 11:01
link do post | ver comentários (1)