Quarta-feira, 20 De Dezembro,2006

24/24

Acendo a luz do tecto. Acendo a luz da mesa de cabeceira e apago a outra. Encosto a porta. Abro a cama, deixando a descoberto um triângulo de riscas azuis. Sento-me. Descalço os chinelos, primeiro o pé direito, depois o pé esquerdo. Com a mão, levanto o lençol e os edredões e entro na cama. Apago a luz. Deitada de barriga para cima, aconchego-me. Permaneço assim até deixar de sentir frio. Viro-me para o lado. Volto a aconchegar-me. Coloco uma mão sob a cara e outra entre as pernas ligeiramente flectidas. Fecho os olhos, para adormecer. Há um burburinho manso e quase inaudível ao fundo.

É então aí que me apercebo. E aquilo atinge-me de forma brutal, violenta.

Os dias, a existência, o mundo, tudo se resume ao passar do tempo. Aos minutos e às horas que escorregam de um lado para o outro da ampulheta. Até ao momento em que deixa de haver tempo e tudo acaba.

E não há nada que se possa fazer contra isso.
the x marks the day:
publicado por outrosdias às 10:55
link do post | ver comentários (1)
Terça-feira, 19 De Dezembro,2006

Pouco falta para cantar o fado

"O torcicolo espasmódico é um espasmo doloroso contínuo ou intermitente dos músculos do pescoço, que força a cabeça a rodar e a inclinar-se para a frente, para trás ou para os lados." (daqui)

Esqueceram-se da parte do impedir-me de dormir de barriga para baixo e dificultar-me a condução nos cruzamentos. E de dizer que demora eternidades a passar.
sinto-me: de pescoço à banda
the x marks the day:
publicado por outrosdias às 16:55
link do post

Raide natalício

Três horas antes:
Duas prendas para comprar. É rápido, penso. Já sei o que quero trazer, é só chegar lá, pagar e vir embora.

...
...
...
...
...
...

Três horas depois:
Vou deixar de acreditar no Pai Natal. Este ano não me apetece oferecer nada a ninguém, nem fazer almoços, nem jantares, nem ver a 56ª reposição do Sozinho em Casa / Senhor dos Anéis / Harry Potter.

Onde é que esta gente toda se esconde durante o resto do ano??!!
the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 11:40
link do post

Pomadinha #2

Para provar que há um fundo de verdade nas minhas mucosas nasais (para além de outras coisas que agora não vêm ao caso), é favor ler isto.

Agradeço ao Google o acréscimo de sapiência, embora não deixe de ser deprimente saber que uma parte do meu corpo está, neste momento, a cheirar a Alabote.
the x marks the day:
publicado por outrosdias às 11:20
link do post

Pomadinha

Há uma verdade que precisa ser revelada. Um mito que dura há anos – quiçá há décadas – e que nunca ninguém teve a coragem de desfazer. Mas hoje, meus caros, é o dia que a História recordará para todo o sempre.











O Halibut cheira a peixe.
(ou então o que eu comprei está estragado)
the x marks the day:
publicado por outrosdias às 11:13
link do post

Mãe há só uma e a minha é teimosa

A mãe gostou. E leu as trezentas e setenta páginas de uma assentada, madrugada adentro (ai esses olhos...). Mas fez questão de me contrariar. Sobrepôs-se aos ouvidos tapados e ao meu la la la infantil e desafinado e fustigou-me, como seria de esperar, com mais do que o permitido "está engraçado".

Artilhada com a minha recentemente adquirida non-romantic vision of life, arrumei o assunto respondendo "Para quê?".
the x marks the day: , , ,
publicado por outrosdias às 11:03
link do post
Sexta-feira, 15 De Dezembro,2006

Dos bytes aos átomos ou Muitos parabéns, minha Mãe

Numa noite de trovoada, um relâmpago disse-me:
ESCREVE!
Eu virei-me para o lado
e continuei a dormir.



O "****** *******" foi o meu primeiro blog a sério.
Durante dois anos, dois meses e duas semanas, alinhavei letras, episódios, reflexões, confissões, desvarios.
Um pouco de mim (demasiado, às vezes). Não sei para quê e muito menos por quê.
Apeteceu-me e é só.

É provável e quase certo que tenha imprecisões. E gralhas.
E coisas que, se não tivessem sido escritas, podiam ter
contribuído para a paz mundial.
(Estudos científicos provam que meio segundo
de hesitação a carregar na tecla enter fazem realmente a diferença.
Por desafortunada coincidência, não uso relógio.)
Paciência.

Esta é a primeira (e, felizmente, única e última) edição em papel.
E é para a minha Mãe.

(Mãe, não quero comentários, nem críticas, nem um único
"ó minha filha...", ok?
... bom, se quiseres dizer que está engraçado, eu deixo...
mas mais nada!)


Cinco beijinhos
(um na testa,
outro no nariz,
outro no queixo,
outro na bochecha direita e
outro na bochecha esquerda)
e muitos, muitos, muitos

Parabéns.



15 Dezembro 2006
the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 12:45
link do post | ver comentários (4)
Quinta-feira, 14 De Dezembro,2006

Dos bytes aos atómos

Existe um blog antes deste. Um blog onde deixei dois anos, dois meses e duas semanas de escritos. A ideia e a vontade de guardar todo esse tempo é tão antiga como o blog em si. Com a mudança para a nova plataforma, a ideia virou obsessão. Com o aproximar de uma data especial, a obsessão foi ganhando corpo.

Ao fim de umas boas e longas horas de trabalho, com alguns ARRRRRGHHHHHHH e outros YEEEEEEEEE de permeio, tenho defronte dos meus olhos vermelhos e lacrimejantes um maço de 185 folhas de 80 gramas impressas de um lado e do outro.

gerir blog, personalizar modelo, principal, inserir HTML do campo dos comentários, gravar, republicar blog, republicar todos os ficheiros, abrir no browser, guardar, abrir no word, converter tabelas, re-converter tabelas, re-re-converter tabelas, re-re-re-converter tabelas, formatar texto, gravar macro, usar macro, repetir gravação da macro porque me esqueci de um passo, repetir macro, editar links, inserir notas de rodapé, pré-visualizar, rebootar PC porque bloqueou, abrir novamente no word e repetir todos os passos, pré-visualizar, imprimir página de teste, mandar os estilos e as macros do word para um certo sítio e gravar ficheiro como HTML para poder editar a CSS no notepad, gravar, reabrir no word, corrigir quebras de página, paginar, escrever nota prévia, fazer capa, pré-visualizar, imprimir versão final, interromper impressão porque a paginação está errada, re-paginar, pré-visualizar, re-imprimir, encadernar a quente, desistir porque é muito papel, re-encadernar com argolas, re-re-encadernar porque um dos plásticos está riscado, folhear arte final, sorrir

(sim, foi cansativo)

Caramba... dois anos, dois meses e duas semanas.
Tanto.
the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 15:14
link do post | ver comentários (1)

Robocop

Há quem ache os livros de ponto biométricos o supra-sumo da tecnologia.

Eu acho-os arrepiantes.
the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 14:13
link do post
Quarta-feira, 13 De Dezembro,2006

Legado árabe

"Não há um único português que não tenha almorródias."
the x marks the day:
publicado por outrosdias às 10:35
link do post

agitar antes de abrir

Dezembro 2006

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
16
17
18
23
24
25
26
29
30
31

últimos comentários

  • Bom dia a todos,Vender um rim. Salvar uma vida e g...
  • Bem-vindo ao Dr. Kenneth Clinic. Você quer vender ...
  • Bem-vindo ao hospital médico solomon. Você quer ve...
  • Bom dia a todos,Vender um rim. Salve uma vida egan...
  • Você quer comprar um rim ou você quer vender suari...

e tudo o vento levou

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

pesquisar