away

estou sentada. na praia. quando escrevo estas linhas. tenho o mar. à minha frente. a desfazer-se. repetidamente em espuma branca. atrás de mim estão. dunas e pessoas. não as ouço. não sei se elas me. vêem. sinto-me. pequenina. microscópica. reduzida. ao tamanho de um grão. desta areia que serve de suporte. ao meu corpo. enterro. ainda mais. os pés. está calor. vento. tenho os braços despidos. e os pêlos eriçados. como caracóis ao sol. cheira. a sal. ou a iodo. não sei bem. as letras. que saem pela caneta. soam-me estranhas. minhas. mas sem serem. de mim. devo estar longe. daqui, então. abandonei. o meu corpo. e fugi. será possível. que, com apenas vinte. e três. elementos, o cérebro consiga formar conjuntos. perceptíveis? divago. eu sei. estou sentada. na praia. acho. que posso. que horas serão? chamas-me. salvas. -me. mesmo a tempo. já tinha. água pelos olhos. quase.
the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 09:50
link do post