Cozinho para o povo

Antigamente, comprava calda de tomate em frascos grandes de vidro.

Era mais "limpo" e barato por litro. Mas, como raramente usava (e uso) calda de tomate, o frasco acabava por ficar com bolor e lá ia tudo fora.

Depois, passei a comprar embalagens mais pequenas, de cartão.

Reduzi o desperdício, mas, mesmo assim, andava sempre desconfiada porque não via o interior da embalagem e não sabia se tinha ou não bolor.

 

Um dia, a Mãe, igualmente fã de soluções facilitadoras da vida na cozinha, teve uma ideia: congelar. Mas congelar... em cubos!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vá... agora já não podem dizer que nunca vos ensinei nada.

the x marks the day:
publicado por outrosdias às 14:24
link do post