Quinta-feira, 27 De Janeiro,2011

D. Maria do Carmo

A D. Maria do Carmo reformou-se. Vocês talvez não saibam quem é a D. Maria do Carmo, mas eu digo-vos. A D. Maria do Carmo é a senhora do mercado a quem eu comprei batatas, cenouras, cebolas, alfaces, kiwis, maçãs, morangos, castanhas, cerejas, couves lombardas, couves coração, espinafres, agriões, brócolos, feijão verde, nabos, abóboras, melancias, meloas, laranjas, peras, bananas, courgetes, pêssegos e uvas nos últimos onze anos.

A D. Maria do Carmo tratava-me por menina e quando me dizia “Tenho aqui mais”, eu já sabia que devia largar as laranjas expostas e ir ter com ela atrás do balcão para escolher outras. Aquilo era uma espécie de ritual secreto, como se a fruta que estivesse atrás do balcão fosse melhor, mais doce, mais saborosa e destinada apenas a um pequeno e selecto conjunto de fregueses. E fazia-me sentir especial. E, involuntariamente, também me fazia sentir mal sempre que, por exemplo, comprava cenouras no hipermercado por ser mais barato.

A D. Maria do Carmo levantava-se de madrugada e levava para o mercado um copo grande, de plástico azul, com leite e nestum, para ir comendo ao longo da manhã. Enganava as horas que lhe pesavam nas pernas e o frio que por vezes ali chegava da rua em rajadas de vento arrumando e desarrumando continuamente os produtos nas caixas e na bancada. Tinha sempre uma opinião a dar sobre a vida em geral, a política, a meteorologia, a sociedade, os jovens.

- Então menina, que é feito de si? Tem estado a trabalhar, não é? Pois, tem de ser... Eu é que, felizmente, estou quase a ir para a reforma. Isto agora querem pôr-nos a trabalhar até cair para o lado, já viu?! E cortam-nos em tudo, em tudo! É na saúde, é nos descontos, nos transportes... em tudo! - dizia-me, entre uma pesagem e outra.

Agora na banca dela está outra senhora, que pode ser igualmente simpática e ter produtos igualmente bons, mas que, lá está, não é a D. Maria do Carmo. Já não há um copo de plástico azul com leite e nestum pousado junto à balança. E aquele pedaço do corredor, mesmo ao lado do senhor que vende bacalhau e em frente à senhora do pão e dos bolos, hoje parece-me triste e vazio.

“Se falar com ela dê-lhe um beijinho meu”, pedi a uma vizinha.

A D. Maria do Carmo reformou-se e eu ainda não estou em mim.

the x marks the day: , ,
publicado por outrosdias às 11:09
link do post
Quarta-feira, 26 De Janeiro,2011

Sinto-me estúpida

E desta vez não é por uma qualquer razão existencial, pessoal e difícil de transmitir. É mesmo porque acabei de fazer um trabalho que me ocupou durante 6 dias inteiros, dias esses em que me dediquei a essa tarefa com toda obsessão que me foi possível (acordar a meio da noite, em delírio, com rotinas a correr-me à frente dos olhos é uma experiência quase paranormal...), mesmo sabendo que terei de voltar à estaca zero daqui a cerca de um mês porque - estimo eu - esse é mais ou menos o tempo que a frase "mas isto não deve ser feito assim" levará a atingir o meio neurónio que ocupa o cérebro de quem de direito.

the x marks the day:
publicado por outrosdias às 10:28
link do post

Alô?

Com o acordo ortográfico, será que a Optimus vai passar a chamar-se Otimus? E será que a poupança numa letra se traduzirá num tarifário mais barato?

the x marks the day:
publicado por outrosdias às 10:26
link do post
Sexta-feira, 21 De Janeiro,2011

Confirma-se:

às seis da tarde já começa a haver outra vez um bocadinho de luz.

the x marks the day:
publicado por outrosdias às 17:55
link do post

Nova fórmula

O meu amaciador de roupa de sempre agora tem um cheiro... digamos...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

bleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeergh.

the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 14:43
link do post

em O

observador. olhar. oxigénio. octogonal.

the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 10:28
link do post

Campanha noves fora nada

Apesar de só ter apanhado de relance a campanha eleitoral que decorre, desde cedo a consegui resumir em duas ideias:

1. Todos os candidatos dedicam o seu tempo de antena a atacar os outros candidatos e a destapar os seus podres ao invés de apresentarem propostas concretas para o país (eliminar a concorrência parece ser a estratégia comum e generalizada);

2. Todos os candidatos falam como se o Presidente da República fosse chefe do Governo e mandasse na Assembleia da República (e o pior é que há muita gente que pensa o mesmo...).

Mas... vou lá votar.

the x marks the day:
publicado por outrosdias às 09:58
link do post | ver comentários (1)

...

não me quero preocupar. não quero mesmo.

mas não sei como fazer isso.

publicado por outrosdias às 09:55
link do post | ver comentários (1)
Segunda-feira, 17 De Janeiro,2011

Jargão dos construtas-men

- Montar a estretura é rápido.

- Afasta só um pitz.

- Vai lá batumar isto.

- A véstoria está marcada para amanhã.

- Podem, por exemplos, fazer assim.

the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 14:48
link do post | ver comentários (1)
Sexta-feira, 14 De Janeiro,2011

Estou

cada vez mais cansada. Cada vez com menos paciência. Cada vez com mais vontade de dormir.

the x marks the day: ,
publicado por outrosdias às 11:27
link do post

agitar antes de abrir

Janeiro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
15
16
18
19
20
22
23
24
25
28
29
30
31

últimos comentários

  • Bom dia a todos,Vender um rim. Salvar uma vida e g...
  • Bem-vindo ao Dr. Kenneth Clinic. Você quer vender ...
  • Bem-vindo ao hospital médico solomon. Você quer ve...
  • Bom dia a todos,Vender um rim. Salve uma vida egan...
  • Você quer comprar um rim ou você quer vender suari...

e tudo o vento levou

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

2007:

 J F M A M J J A S O N D

2006:

 J F M A M J J A S O N D

pesquisar

 


lost & found